Teste de fertilidade masculina e feminina

Seja para saber quando você é mais fértil ou para se preparar para ter um filho, os testes de fertilidade para mulheres permitem que você saiba o período do ciclo reprodutivo em que está. Nos homens, eles são usados ​​para medir o nível de esperma. Como usar corretamente os testes de fertilidade masculina e feminina?

O que é um teste de fertilidade?

Um teste de fertilidade possibilita conhecer a taxa de fertilidade de uma pessoa, ou seja, sua capacidade ou não de procriar naturalmente. Os testes de fertilidade masculina e feminina são diferentes. I Eles podem ser feitos no hospital, através de um exame de sangue, após consulta com um médico. Mas também existem autotestes, vendidos em farmácias, para serem realizados diretamente em casa. Nos homens, eles medem o nível de espermatozoides no esperma, enquanto nas mulheres, eles fornecem informações sobre o período da ovulação.

Fertilização, ovulação, ciclo menstrual: alguns lembretes de biologia

Para entender o funcionamento do ciclo menstrual de uma mulher, ou seja, seu ciclo menstrual, é necessário primeiro definir o fenômeno da ovulação e da fertilização. Todo mês, durante um período de cerca de um dia, a fase de ovulação ocorre. Durante isso, o óvulo (ou oócito) é expelido pelo ovário. Este último vive cerca de 24 horas no corpo. Para maximizar as chances de engravidar, você deve fazer sexo neste dia, para que um espermatozoide fertilize o óvulo da mulher (observe que o esperma expelido durante a ejaculação sobrevive entre 3 e 5 dias no colo do útero).

A fertilização do óvulo pelo espermatozoide, que corresponde à fusão dos gametas masculino e feminino, se ocorrer, é feita a passos largos, dentro do útero. Se isso não acontecer, as regras reaparecerão no mês seguinte para iniciar um novo ciclo.

Por que e quando fazer um teste de fertilidade?

Os testes de fertilidade podem ser realizados por vários motivos. Por exemplo, se você quer ter um filho, mas está tendo dificuldades, um teste pode falar sobre sua situação em relação à procriação e se essas dificuldades têm uma causa. Se você deseja ter um bebê, o teste também pode indicar qual é o melhor filho para ter um bebê para maximizar as chances, ou seja, se for o momento certo para a fertilização.

O uso do Zyndrox pode aumentar muito a fertilidade, tanto em homens quanto mulheres.

Nesse caso, seu médico pode solicitar um teste diário, o que permitirá que você faça sexo em datas específicas, que correspondem à ovulação feminina. Por fim, um teste pode, inversamente, permitir que você saiba o período em que é menos fértil e quando a relação sexual é menos propícia à fertilização (mas também não garante que 100% não caia grávida).

Como fazer um teste de fertilidade no hospital?

Quando um casal está tendo dificuldade em ter um filho, é possível prescrever testes de fertilidade, femininos e masculinos, para verificar se um dos dois parceiros não é infértil ou tem uma baixa taxa de fertilidade. Se você deseja obter resultados confiáveis, é aconselhável recorrer aos testes de fertilidade por meio de exame de sangue, prescrito por um médico, que será realizado no hospital.

Em certos casos, no caso de uma anomalia detectada, análises adicionais podem ser prescritas. Nos homens, esse teste, chamado espermograma, é usado para avaliar a qualidade e quantidade de espermatozoides no esperma e para verificar se há infecção. É realizada com uma amostra de esperma colhida após a masturbação, em laboratório especializado.

O autoteste masculino e feminino, para saber sua taxa de fertilidade em casa

Para as mulheres, os autotestes de fertilidade são na verdade testes de ovulação. Eles são usados ​​da mesma maneira que os testes de gravidez, no banheiro. Graças a um hormônio detectado na urina, que está presente em maior quantidade durante as fases da ovulação, o teste indica ou não se alguém está em um período de alta fertilidade. Nesse caso, é o melhor momento para engravidar. Para os homens, o autoteste permite, como em laboratórios, calcular a quantidade de espermatozóides móveis presentes no esperma. Mesmo assim, tenha cuidado, pois esse sistema, apesar de bastante confiável, fornece informações apenas sobre a quantidade e, portanto, não permite que outros elementos importantes sejam levados em consideração, como a forma dos espermatozóides. O resultado do autoteste deve, portanto, ser colocado em perspectiva.

O que fazer em caso de infertilidade?

O primeiro passo é direcionar a causa da infertilidade: ela vem de um homem, mulher ou ambos? Saiba que abaixo de 15 milhões de espermatozoides por mililitro, um homem é considerado infértil. Então, o acompanhamento médico deve ser feito. De fato, hoje em dia é bem possível engravidar, apesar de um problema de infertilidade: é possível considerar soluções para ajudar na procriação, ajudando na fertilização natural ou in vitro.

Leia também:  Spirulina e perda de peso: por que a spirulina faz você perder peso?